Pesquisar neste blogue

16.2.02

Bob Bactéria
Este aqui é um dos meus blogs favoritos. Um espectáculo de imaginação e maluquice. Conta a história de Bob Bactéria. Neste momento ele arranjou uma namorada e reflecte sobre o que mudou no seu dia a dia desde que a namorada veio viver com ele.

(...) Mas a parte mais gostosa é o sexo sem limites... sem limites de tempo, de tesão, de dinheiro...hahaha... (1)

Eu to até gostando dessa gata aqui em casa. Mas sinto falta da minha liberdade de poder peidar a qualquer hora (...) (2)

Comentário:
Bob, tu pareces-me ser um gajo impecável, adoro o teu blog, espero sinceramente que toda essa história seja ficção. Porque se tudo isso que contas for verídico e estiver realmente a acontecer então tem muito cuidado. Por uma questão de solidariedade masculina, é minha obrigação enquanto homem avisar-te que estás à beira do precipício. Um homem enquanto não casa está incompleto, depois que casa está acabado.

1. Sexo sem limites ?! Tu vais ver, logo as desculpas esfarrapadas que ela vai inventar para te dar a nega. Que dói a cabeça, que tá com o periodo, que tem mais que fazer, blá blá blá.

2. A falta da liberdade de peidar ?! Olha, eu liberto gases até na cama, debaixo das mantas, quero que se lixe. Quando tu quiseres dar uma facadinha no matrimónio com a primeira que te der bola e não puderes, então saberás o que é realmente falta de liberdade.

Boa sorte Bob, depois num te queixes que aqui o Portuga num te avisou. Bem... A não ser que aí no Brasil as mulheres sejam diferentes, se forem avisa que eu vou já pra aí. Ehehehehe

Sem comentários:

Loading...